Inclusão

Inclusão

A inclusão é um movimento mundial de luta das pessoas com deficiências e seus familiares na busca dos seus direitos e lugar na sociedade.

O marco histórico da inclusão foi em junho de 1994, com a Declaração da Salamanca Espanha, realizada pela UNESCO, na Conferência Mundial Sobre Necessidades Educativas Especiais: acesso e qualidade, assinado por 92 países, que tem como princípio fundamental: "todos os alunos devem aprender juntos, sempre que possível, independente das dificuldades e diferenças que apresentem".

A inclusão é um movimento mundial de luta das pessoas com deficiências e seus familiares na busca dos seus direitos e lugar na sociedade e a semente da LBI foi lançada no Congresso Nacional, há 15 anos resultando na Lei 13.146/2015.

Janeiro de 2016 marca o início de um novo olhar sobre os 45 milhões de brasileiros com algum grau de deficiência. Entrou em vigor a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), também chamada de Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015), que afirmou a autonomia e a capacidade desses cidadãos para exercerem atos da vida civil em condições de igualdade com as demais pessoas. Todos os alunos vêm com conhecimentos de realidade que não pode ser desconsiderado, pois faz parte de sua história de vida, exigindo uma forma diferenciada no sistema de aprendizagem.

No Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases em 1996, refere-se sobre estar "preferencialmente" incluída, mas também haverá quando necessários serviços de apoio especializado na escola regular para atender as peculiaridades e sobre o atendimento educacional, que será feito em classes, escolas ou serviços especializados, sempre que em função das condições específicas do aluno, não for possível sua integração nas classes comuns do ensino regular.


Com a Resolução 2/2001 que instituiu as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, houve um avanço na perspectiva da universalização e atenção à diversidade, na educação brasileira, com a seguinte recomendação: os sistemas de ensino devem matricular todos os alunos, cabendo às escolas organizar-se para o atendimento aos educandos com necessidades educacionais especiais, assegurando as condições necessárias para a educação de qualidade para todos. 

Nesse sentido, nossa escola pode ser vista como um ambiente de construção de conhecimento, deixando de existir a discriminação de idade e capacidade. Trabalhamos a educação no sentido amplo e complexo, favorecendo a construção ao longo da vida; todo o aluno, independente das dificuldades, poderá beneficiar-se, pois são dadas as oportunidades adequadas para o desenvolvimento de suas potencialidades, levando em conta a especificidade e não as deficiências e limitações.

AQUI SE ENSINA. AQUI SE APRENDE.

Uma escola moderna, conceituada, comprometida e conectada com o dia a dia do aluno.

Informações sobre Matrícula